SUAS VENDAS CAÍRAM?

A palavra crise jamais deixará de ser usada no meio empresarial, mesmo porque ela sempre existirá em diversos mercados. A sabedoria chinesa diz que “crise” também pode ser traduzida como oportunidades. Neste momento muitos negócios novos surgem, e, também, é uma fase onde o empreendedor precisa encontrar meios para manter seu negócio ativo.

Mas, e aí? Como é possível manter o sorriso com as vendas caindo, contas para pagar chegando e o risco eminente de uma dívida difícil de liquidar?

Vejamos, o que importa para todo empreendedor é o LUCRO. Se ele vende muito, mas seus gastos são altos, a margem de lucro é pequena e, em alguns casos, até inexistente. É o famoso “vender almoço para comprar a janta”.

Os tempos de “vacas gordas” pode ocultar a baixa lucratividade devido ao grande movimento financeiro, onde empreendedor não percebe os prejuízos que está obtendo. Um prejuízo também pode ser considerado como perda de lucro, ou seja, se você pode lucrar mais e não está lucrando, uma perda está acontecendo. E esteja certo que esta perda pode impactar negativamente no seu negócio em um determinado momento.

A perda de lucro pode partir de vários cenários, como:

- Produtos perdidos devida a má conservação ou validade vencida;

- Compras em períodos errados ou de um fornecedor ruim;

- Falha na precificação de um produto ou serviço;

- Atraso nos pagamentos ocasionando multas e juros desnecessários;

- Atraso na entrega de produtos e serviços;

- Não conhecimento da sazonalidade (períodos de menor ou maior pico de vendas para determinados produtos e serviços), podendo ocorrer falhas em campanhas de vendas e compras de mercadorias;

- Não ter controle da produtividade da sua equipe;

- Irregularidades fiscais que podem ocasionar multas e até a paralisação do seu negócio.

Como se vê, são vários cenários e muitos não foram listados.

Tudo isso pode ser gerido em uma caderneta de papel ou em planilhas de Excel, porém o risco de falhas, descontinuidade da gestão, perda de informações e um grande dispêndio de tempo podem acontecer.

É importante o empreendedor buscar ferramentas eficazes para ajudá-lo na gestão e cuidar dos movimentos estratégicos que farão gerar a redução de prejuízos, aumentando a lucratividade como consequência, fator essencial para manter o sorriso em momentos de crises.

A Ana é uma personagem que ilustra a realidade de diversos empreendedores, que não só sobrevivem em fases complicadas, mas conseguem proporcionar o crescimento do seu negócio.

Quer saber mais dicas? Fique atento em nossa página de conteúdos e acompanhe nossas publicações para manter sua empresa saudável e continuar com o sorriso no rosto! 


Autor / Fonte: